Recente Noticias

9 Maio, 2014

Proin dui sodales imperdi sit sapien fames ac luctus

Pellentesque et lacus pretium tincidunt. Pellentesque at metus. Donec nisl a nisl. Vestibulum ante ipsum primis in nulla orci ut leo nec cursus consequat, orci ut

8 Maio, 2014

Vestibulum commodo volutpat laoreet

Nunc felis. Curabitur ac ipsum. Pellentesque nibh ultricies est. Maecenas consequat, augue a venenatis risus. Ut id mollis vel, lacinia quam. Praesent blandit malesuada. Suspendisse commodo

7 Maio, 2014

Quisque lorem tortor fringilla sed vesti bulum justo vel

Quisque lorem tortor fringilla sed, vestibulum id, eleifend justo vella ipsum dolor lacus, suscipit adipiscing. Cum sociis natoque penatibus et ultrices volutpat.


A Associação de Antigos Alunos do Colégio Militar descende da antiga "Associação Philantropica do Alumnos do Real Collegio Militar", cujos estatutos foram elaborados em 1 de Março de 1903, por ocasião do 1º Centenário do Colégio Militar, e aprovados por alvará do Governador Civil do Distrito Administrativo de Lisboa, a 23 de Outubro de 1903 - data oficial da sua fundação.

Tratava-se de uma instituição de beneficência especialmente destinada a socorrer Alunos e Antigos Alunos, suas viúvas e órfãos que possivelmente se encontrassem privados de alguns meios de subsistência.

A assembleia geral que originou a sua fundação, ocorrida no ainda teatro Príncipe D. Luiz Filipe, foi presidida pelo então Ministro da Guerra, Luís Augusto Pimentel Pinto, General e antigo aluno do Colégio, que, durante a sua intervenção, começou por pôr em destaque, segundo a respectiva acta, "o papel que o Colégio desempenhou no nosso meio, a esse estabelecimento de ensino se devendo tudo o que somos, a educação e o carácter que possuímos". E, ao referir como os verdadeiros "Pais" da ideia, elogia o General Sebastião de Sousa Lopes Baracho e o Capitão Ângelo Leopoldo da Cruz e Sousa. O próprio General Sebastião Baracho, ao falar na mesma assembleia, fez um elogio do Marechal António Teixeira Rebelo e do então director, General José Estevão de Morais Sarmento, pelos passos que puderam dar na consolidação de tal instituição.